4 pontos para analisar no seu contrato de reforma de escritório

Realizar uma reforma de escritório é uma ótima oportunidade de criar um ambiente mais agradável e até estratégico e produtivo. Ao mesmo tempo, é um processo que precisa ser feito com bastante planejamento.

Após escolher uma empresa adequada, é essencial ficar de olho no contrato. Esse documento determina a relação entre as partes e traz todas as condições que orientam a atuação nesse momento.

Para não deixar nenhum aspecto relevante de fora, veja quais são os 4 pontos para analisar no contrato de reforma de escritório.

1. As mudanças e os responsáveis estão entre os pontos mais importantes

Um dos pontos essenciais consiste em garantir que todas as alterações estejam descritas. O contrato deve prever quais serão as áreas transformadas e o que será feito em cada uma delas.

É um jeito de estabelecer a segurança jurídica de que tudo o que foi acordado será cumprido. Também é o melhor meio de impedir que mudanças não autorizadas sejam realizadas na reforma de escritório.

Para que a mudança não sofra embargos ou problemas posteriores, é preciso identificar os responsáveis técnicos. Ter o apoio de especialistas, designados no documento, vai fazer toda a diferença.

2. O orçamento é uma parte essencial do contrato de reforma de escritório

Outro ponto indispensável para avaliar é a questão referente ao pagamento. É necessário que os valores estejam apresentados de forma completa, como os custos com mão de obra, com materiais e com finalização, por exemplo.

Também é preciso apontar o que acontece caso seja fundamental utilizar um valor maior, como no caso de imprevistos. Ao fazer isso, o negócio encara menos riscos e pode ficar tranquilo.

reforma de escritório

 

Para completar, essa parte deve apresentar quais são as condições de pagamento. Definir se há adiantamento ou parcelamento e a data para a quitação favorece o controle.

3. O prazo de entrega deve ser apresentado de forma adequada

Ao falar em reforma de escritório, existe outro aspecto essencial a ser considerado: o prazo de entrega. Afinal, quanto maior for a demora, maior é a perda de produtividade e de aproveitamento de oportunidades. Ao mesmo tempo, um cronograma muito estreito vai exigir investimentos maiores na mão de obra, por exemplo.

No contrato, é essencial especificar a data prevista de entrega e qual é a prorrogação limite, caso exista. Se contar com um cronograma, com prazos aproximados para cada etapa, é melhor ainda.

4. A multa rescisória ajuda a proteger as duas partes

Ao contratar uma construtora especializada e de qualidade, você só precisa avaliar os três pontos anteriores para garantir que tudo atende às suas expectativas. Afinal, o bom desempenho leva aos resultados esperados.

Mas, como forma extra de proteção, é comum que o documento traga uma multa rescisória. Se essa cláusula estiver presente, veja o que pode afetar o encerramento do contrato, como acordo entre as partes ou descumprimento de certas regras.

O valor também deve estar claro e não pode ser abusivo para nenhuma das partes. Caso algo faça esse elemento ser acionado, o ideal é que você já o tenha analisado e o conheça bem.

O contrato de reforma de escritório deve conter alguns itens essenciais para uma boa relação. Ao avaliar esses pontos apresentados, você terá muito mais segurança para assinar e cumprir o documento!

E se quiser ficar por dentro das dicas sobre obras corporativas, curta a nossa página no Facebook!

Comentário no facebook